Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2015

Os dois porquinhos mais novos e a COP21

Suponhamos os três porquinhos da fábula a lerem o artigo “COP21 Paris climate talks: a beginner’s guide”, do Financial Times (30/11) – um jornal de todo insuspeito de privilegiar quaisquer outros interesses em detrimento dos económicos. Ou melhor, o porquinho mais velho a lê-lo, que os irmãos mais novos logo darão outro uso ao computador! De um lado, aquele porquinho deparar-se-á com a comunidade internacional a assumir que o clima aqueceu cerca de 1ºC desde o início da Revolução Industrial; que daí decorrem alterações gravosas já em curso; que as emissões de carbono, por atividade humana, são relevantes para esse aquecimento; e que será imprudente aumentar este último acima dos 2ºC. Do outro lado, com os fracassos das COP2 (Kyoto) e COP15 (Copenhaga), o mesmo porquinho reconhecerá a dificuldade de um acordo político ecologicamente suficiente – seja entre os países que enriqueceram graças a tais emissões durante o último século e meio (os quais querem que hoje todos as reduzam), e os pa…

Alterações climáticas - Regresso à ponte de um superpetroleiro

Neste último domingo foi novamente noticiado o projeto ClimAdaPT.Local, pelo trabalho de “identificar as fragilidades em cada município [relativas às alterações climáticas] e traçar estratégias para as ultrapassar” (Diário de Notícias).

Informação pública? Sim. Mas...

Uma identificação que, a avaliar pelos “Objetivos” e pelas “Fases” daquele projeto (v. respetivo site), se afigura assentar numa disponibilização de conhecimentos sobre clima, ordenamento do território… a autarcas e técnicos municipais, em vista à implementação das respostas localmente mais adequadas. Enfatiza-se assim um dos dois requisitos que tinham sido feitos na sessão de fevereiro de 2014 do Núcleo de Estudos de Ciência,Tecnologia e Sociedade (NECTS), do Instituto Cultural de Ponta Delgada, praticamente um ano antes do lançamento daquele projeto nacional (janeiro de 2015). Me parece faltar porém reconhecer no mesmo plano, e desenvolver, o outro requisito. O qual julgo dever ser tido em conta não apenas na Câmara Municip…