Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2016

O sentido da vida humana - ciência, filosofia e literatura

Para que é que estamos vivos? Qual é o sentido da vida humana? Aliás, terá esta última algum sentido? Se tem, quantos poderão ser, e de que dependem? Estas perguntas vêm a propósito da mais recente publicação da editora Companhia das Ilhas, inspirada numa história real ocorrida em S. Miguel há pouco mais de um século. Antes de a abordar, porém, cabe reconhecer que aquele conjunto de perguntas constitui a questão mais importante da vida humana apenas sob um pressuposto. Mas é uma questão meramente complementar, até gratuita, sob outro pressuposto. Entre a indiferença e a importância de qualquer sentido da vida Com efeito, se nos concebermos como determinados seja de forma inata (geneticamente), seja de forma adquirida (pela educação e experiências pessoais), concebemo-nos como um passageiro que acorde num comboio, sem saber como lá terá entrado, mas agora sem poder escolher para onde os carris e a locomotiva o levarão. Olhar pela janela para reconhecer o sentido da viagem será apenas uma …

Novos indicadores da desigualdade portuguesa e outros indicadores

Indicadores (participação e controlo do poder político, distância do poder (semelhante ao anterior), e individualismo) a confrontar com os indicadores agora reunidos em Portugal Desigual, FFMS (desigualdade a que se refere o gráfico 4 referido na p. 89)




Album de Rufina